Obsolescência Programada

 

 

 

 

Anúncios

Obsolescência Programada – Informações

Em breve iremos postar um vídeo sobre este tema. porém, nos links abaixo tem algumas informações que os ajudarão entender este tema.

 

Abaixo, link para notícias de 2012 e 2013 sobre o tema.

http://olhardigital.uol.com.br/noticia/apple-devera-responder-na-justica-por-obsolescencia-programada-do-ipad/32762

http://olhardigital.uol.com.br/noticia/aparelhos-eletronicos-programados-para-estragar/23839

 

Aguarde nosso vídeo.

 

Abraços

Interesseiros

Lendo um artigo no Jornal Folha de S.P. (infelizmente não lembro o nome do autor), fez pensar numa questão verdadeira sobre a Copa do Mundo.

Estamos vendo na mídia pesquisa na qual dizem que os estrangeiros se encantaram com a nossa gente, com a recepção e o clima amigável e festivo.

95% dos estrangeiros acreditam que realmente somos alegres, boa gente, vivendo feliz, dispostos sempre em ajudar etc.

Aí eu pergunto: –  Vemos isso no cotidiano? Somos assim no cotidiano? Você vê isso ao pegar ônibus? No trânsito? No seu trabalho, passeios, ao atravessar as movimentadas ruas?

O que eu vejo na maior parte dos casos é arrogância, falta de educação, mal humor e outros modos que não lembram a recepção aos estrangeiros. Por que a diferença, então? A vizinhos pouco dizemos bom dia, mas há esforço para ajudar estrangeiros.

Agora vem o que dizia o artigo: Que esta situação é semelhante quando recebemos em nossa casa um parente ou amigo que há muito não vemos e queremos que ele fique bem na estadia. Reforça a geladeira, dá um trato mais profundo na casa, passeia mais em lugares que no seu dia a dia parece insignificante, ou seja, faz da sua vida mais alegre que no fundo não é!

Mas por quê não fazemos mais por nós mesmos? Por que nós não ficamos numa casa mais arrumada? Tem que esperar visita para melhorar a aparência?

 

Creio que possa existir um motivo: De alguma forma podemos dizer que SOMOS INTERESSEIROS.

 

Se não nos respeitamos, não respeitamos verdadeiramente os outros, portanto, há sempre um interesse envolvido nas questões citadas acima.

Vale refletir

Quer ver a educação de uma população? Veja sua cidade.

 

Nossa população de forma geral não é educada.

São diversas situações do cotidiano que percebemos isso.

Exemplos? Já usou o metrô em São Paulo? Mas vamos a outros: Quantas pessoas cedem seu lugar no ônibus para um idoso sentar? Vejam como é comum no Brasil furar fila! Seja com carros na fila da balsa, por exemplo, ou numa fila para comprar ingressos, entrar numa loja em promoção etc.

Indo para questão ambiental, aí que a falta de educação está às caras. Nossa sociedade pensa que só tem direitos, que o governo deve prover suas mazelas e outros acreditam que já pagam impostos demais para ter alguma obrigação para com o restante da sociedade.

Resultado disso: pessoas estressadas, agressivas, mal humoradas, cidades sujas, brigas, poluição, insatisfação com a vida, doenças.

O povo no Brasil não é alegre, convenhamos. Veja aí no dia a dia, são alegres? Se observar, sempre tem alguém brigando com um atendente, um vendedor, com o motorista do ônibus ou com alguém no carro da frente.

Sempre tem alguém esculachando alguém. E as ruas, quanta sujeira. Quanta sujeira, mesmo!

É lixo deixado por um habitante que não tem a mínima noção de cidadania.

Pensamos que no Brasil, o que interessa é só dentro de nossas casas (e olhe lá). Do portão pra fora cada um por si, cidade que se vire.

E o lixo vai amontoando, acumulando em bueiros, servindo de alimento para ratos e baratas, entupindo, propiciando enchentes que uma hora ou outra vai afetar desse incauto cidadão que um dia jogou lixo no chão.

IMG_20140502_194441_352

Ninguém percebe que faz parte do todo? Que uma cidade está interligada? Que a grosseria vai atrair grosseria, a falta de educação vai atrair descontentamento, que lixo vai atrair doenças e problemas?

Como ainda as pessoas em pleno século 21 não tem noção das coisas mais elementares?

E dizem que nosso povo é legal? 

lixonarua

Na questão do lixo, todos são responsáveis, seja individualmente, sejam coletivamente, associações, governos, comerciantes, todos provocam impacto no meio ambiente, portanto, a responsabilidade de uma cidade mais limpa para se morar passa por toda a população, do mais jovem ao mais novo.

Estou mesclando falta de educação nos mais diversos âmbitos, com lixo. Pode parecer estranho, mas na verdade dá para entender como: o Lixo é o reflexo das emoções da sociedade.

Se a mente das pessoas tem arrogância, grosseria, agressividade, não tem como a cidade permanecer limpa.

Limpar a mente, clarear as atitudes para cada um.

Acredito: População ruim, cidade suja.

População mais consciente, cidade mais bonita.

Aí vem a questão: Como anda sua cidade?

 

Causamos mal a nós mesmos.

Que tipo de mundo vivemos?

 

Por quê e quando, ter, é mais importante do que ser?

No mundo atual, o que é mais importante?

Por quê se preocupar com que os outros pensam?

Alguém se importa realmente com sua evolução espiritual?

 

Ou a parte espiritual é aquela na qual pedimos ajuda para Deus?

 

Por quê consumimos tanto?

Por quê fazemos coisas  iguais a que todos fazem?

Por quê não fazemos as coisas que sentimos, somente?

 

Por quê amor é confundido com apego, ciúmes e posses?

Por quê sentir ciumes?

Por que viver em busca do ter?

Por quê o estereótipo?

Por que esta infelicidade encoberta com falsos sorrisos e falsos likes?

Onde vamos parar? Como podemos parar?