FESTIVAL VEGAN EM SÃO VICENTE

Imagem

FESTIVAL VEGAN EM SÃO VICENTE!

Imagem

Palestras:

Imagem

 

Imagem

 

Imagem

 

OM GANESHA OM

Anúncios

Curso “Transformando o Medo em Fé”

Imagem

Curso “Transformando o Medo em Fé”.

– Cristais

– Ervas

– Alimentos Naturais

– Símbolos

– Práticas

Data: 07/07/2013 – Domingo às 18:00 horas

 – Necessário fazer a inscrição :  Solicite a inscrição para o e-mail  
fraternidade@fraterconscienciaeluz.com.br
-Local: Sede da  Fraternidade Consciência e Luz

 

Sobre o curso

A humanidade vive a sombra do medo, temos medo de quase tudo na vida; sentir , sofrer , do novo, do inesperado, do movimento e ate de ser feliz. Isso talvez explique nosso medo da morte. A falta de vida em vida nos faz zumbis fugindo da morte!

Por que estamos neste planeta tao repleto de diversidades  de tanta beleza e esplendor natural? 

E por que vivemos na maioria das vezes demarcados pela necessidade de segurança na nossa rotina do dia a dia , minha casa, minha família, minha cidade, meu  pais e ate meu planeta! Precisamos sentir que temos um lugar , um refugio e  lá  alguém que nos espera . Será que isso nos faz seguros ou nos torna temerosos em perder? Desesperados em manter e alucinados em conseguir?

Duas palavras que viraram nossa obsessão; Meu e Ter. O ter, nos fez escravos já não conseguimos mais sentir até o trivial de ao acordarmos e simplesmente respirar! O meu virou crença enraizada reduziu o universo em minúsculo grão de areia que é o ser humano.

Neste curso convidamos cada ser a transpor os portais travados pelos medos , ter um pouco de coragem para olhar ate onde vão as raízes desses medos e principalmente perceber que existem formas e instrumentos que a existência nos concede todos os dias nos convidando  a nos libertar ! Sentir a sensação de ser parte da natureza e fluir com ela em direção a harmonia do movimento do universo!

Desentralhe – se!

recebido por e-mail

Desentralhe – se!

beckybloom.jpg

Vida nenhuma prospera se estiver pesada e intoxicada. Já ouviu falar em toxinas da casa? São:

– objetos que você não usa,

– roupas que você não gosta ou não usa há um ano,

– coisas feias,

– coisas quebradas, lascadas ou rachadas,

– velhas cartas, bilhetes,

– plantas mortas ou doentes,

– recibos/jornais/revistas, antigos,

– remédios vencidos,

– meias velhas, furadas,

– sapatos estragados…

Ufa, que peso! “

O que está fora, está dentro e isso afeta a saúde”,

O ‘destralhamento’ é a forma mais rápida de transformar a vida e ajudar as outras eventuais terapias.

Com o destralhamento:

– A saúde melhora;

– A criatividade cresce;

– Os relacionamentos se aprimoram…

É comum se sentir cansado, deprimido, desanimado, em um ambiente cheio de entulho,

pois “existem fios invisíveis que nos ligam à tudo aquilo que possuímos”.

No porão e no sótão, as tralhas viram sobrecarga;

Na entrada, restringem o fluxo da vida;

Empilhadas no chão, nos puxam para baixo;

Acima de nós, são dores de cabeça;

“Sob a cama, poluem o sono”.

“Oito horas, para trabalhar; Oito horas, para descansar; Oito horas, para se cuidar.”

Perguntinhas úteis na hora de destralhar-se:

– Por que estou guardando isso?

– Será que tem a ver comigo hoje?

– O que vou sentir ao liberar isto?

…e vá fazendo pilhas separadas…

– Para doar!

– Para jogar fora!

Para destralhar mais:

– livre-se de barulhos,

– das luzes fortes,

– das cores berrantes,

– dos odores químicos,

e também…

– libere mágoas,

– pare de fumar,

– termine projetos inacabados.

Acumular nos dá a sensação de permanência, apesar de a vida ser impermanente”, diz a sabedoria oriental. O Ocidente resiste a essa ideia e, assim, perde contato com o sagrado instante presente.

Se os sábios concordam, quem sou eu para discordar?

============

“Se for possível, pratique o desapego e lembre-se daqueles que nada tem. Pratique esse Ato de Amor doando o que estiver sobrando em seu Lar. Você ficará mais leve e mais feliz.”

EXISTE VIDA APÓS… O PARTO ???

EXISTE VIDA APÓS… O PARTO ???

No ventre de uma mulher grávida estavam dois bebês. O primeiro pergunta ao outro:

– Você acredita na vida após o nascimento?

– Certamente. Algo tem de haver após o nascimento. Talvez estejamos aqui principalmente porque nós precisamos nos preparar para o que seremos mais tarde.

– Bobagem, não há vida após o nascimento. Como verdadeiramente seria essa vida?

– Eu não sei exatamente, mas certamente haverá mais luz do que aqui. Talvez caminhemos com nossos próprios pés e comamos com a boca.

– Isso é um absurdo! Caminhar é impossível. E comer com a boca? É totalmente ridículo! O cordão umbilical nos alimenta. Eu digo somente uma coisa: A vida após o nascimento está excluída. O cordão umbilical é muito curto.

– Na verdade, certamente há algo. Talvez seja apenas um pouco diferente do que estamos habituados a ter aqui.

– Mas ninguém nunca voltou de lá, depois do nascimento. O parto apenas encerra a vida. E, afinal de contas, a vida é nada mais do que a angústia prolongada na escuridão.

– Bem, eu não sei exatamente como será depois do nascimento, mas com certeza veremos a mamãe e ela cuidará de nós.

– Mamãe? Você acredita na mamãe? E onde ela supostamente está?

– Onde? Em tudo à nossa volta! Nela e através dela nós vivemos. Sem ela tudo isso não existiria.

– Eu não acredito! Eu nunca vi nenhuma mamãe, por isso é claro que não existe nenhuma.

– Bem, mas às vezes quando estamos em silêncio, você pode ouvi-la cantando, ou sentir como ela afaga nosso mundo. Saiba, eu penso que só então a vida real nos espera e agora apenas estamos nos preparando para ela…

(autor desconhecido)

Vida Saudável

VIDA Saudável – Alimentação, Água e Respiração

Cuidado com a Alimentação. Devem ser consumidos alimentos que proporcionem as misturas químicas convenientes. Todo alimento saudável é bom quando apetitoso. É pelo prazer em comê-lo que obtemos seu benefício. O alimento sem paladar não nos beneficia. A pessoa deverá fazer suas refeições em atitude calma, conversando sobre assuntos agradáveis e evitando a discussão de problemas. O alimento deverá ser bem mastigado para que a saliva se misture bem com os alimentos. Quando o alimento não possui sabor agradável a saliva não fluirá de modo proveitoso e é sabido que a insalivação adequada é o princípio da boa digestão.

Água, fonte de vida e saúde

O homem é essencialmente um animal aquático e para manter a sua saúde requer boa quantidade de água. Infelizmente o homem não bebe nem a metade da água que deveria. O corpo humano está sempre em constante perspiração de umidade. É por isso que bebendo mais água, mais água exala. Ingerindo-se a quantidade correta de água diariamente, procede-se a uma lavagem e higiene no interior do corpo. Os rins, a bexiga, os intestinos, para que sejam lavados e purificados, necessitam de pelo menos seis copos diários de água. Com a quantidade de água conveniente é mantida uma perfeita umidade do corpo.

Respiração Correta

A humanidade adquiriu o mau costume de respirar superficialmente e dentro de um ritmo muito curto.

“O recém-nascido absorve uma respiração longa e profunda, retendo-a por um momento, para dela extrair suas propriedades de vida, exalando-a em seguida, num longo vagido e pronto! Começou a vida na terral O homem idoso dá um débil suspiro, cessa de respirar e sua vida está acabada. Desde a primeira respiração do recém-nascido até o último suspiro do moribundo, é tudo uma longa história de respiração contínua. A vida é apenas uma série de respirações.

“A respiração pode ser considerada a mais importante das funções corporais, já que todas as outras dela dependem. O ser humano pode passar algum tempo sem comer, um tempo mais curto sem beber, mas, sem respirar, o tempo de duração de sua existência pode ser medido em minutos.

“O homem não depende apenas da respiração para viver. Para a manutenção de contínua vitalidade e isenção de moléstias necessitará da correção de seus hábitos respiratórios. O controle inteligente da nossa faculdade de respirar prolongará nossos dias sobre a Terra, mediante o acréscimo de vitalidade e poder de resistência. Por outro lado, a respiração descuidada tenderá a encurtar nossos dias, pelo decréscimo de nossa vitalidade, deixando-nos à mercê da doença.

“O homem em seu estado normal não carecia de instruções a respeito de como respirar. A exemplo dos animais inferiores e das crianças, respirava natural e convenientemente, tal como a Natureza o quis. A civilização o modificou neste particular, assim como em outros também. Contraiu métodos e atitudes impróprias de caminhar, sentar, ficar de pé, os quais lhe privaram do seu direito de respirar natural e corretamente. A civilização pagou um alto preço. O selvagem, ainda hoje, respira naturalmente, a menos que tenha sido contaminado pelos hábitos dos civilizados. “A porcentagem de homens civilizados que respiram corretamente é muito pequena. O resultado disto se evidencia no peito contraído, nos ombros curvos e no terrível aumento das moléstias dos órgãos respiratórios. Eminentes autoridades costumam dizer que bastaria uma geração de respiradores corretos para regenerar a raça. A doença seria tão rara que passaria a ser olhada como curiosidade. Quer olhemos do ponto de vista oriental, quer do ocidental, prontamente vemos e explicamos a relação existente entre a respiração correta e a saúde.” (Ramacháraka)

Exercícios

Os exercícios físicos ou prática de esportes dosados são necessários para eliminar a matéria gasta do organismo. Um passeio dominical pelo campo ou bosques nos tira da rotina diária, colocando-nos em contato com a Mãe Natureza, retemperando nossa vitalidade para nova semana de trabalho.

Textos de: V.M Samael Aun Weor

Os textos acima são seleções de Conferências, Palestras ou textos de autoria do V.M.Samael Aun Weor.