Sim, criação de gado é contrário a preservação da natureza

Sim, claro que sim.

Polui rios com sangue oriundos de matadouros e toneladas de dejetos dos animais.
Espaço para criação, impermeabilização do solo, grandes áreas de cultivos de grãos para alimentar gado em vez de seres humanos etc.

E isto só dizendo o básico.

Então, sugestão aos carnívoros, um dia sem carne.

Abraços

FOLDER SSC

16 de Outubro – Dia Mundial da Alimentação

16 de Outubro - Dia Mundial da Alimentação

Uma oportunidade de conhecimento sobre o quanto é importante a alimentação orgânica nos dias atuais, entender quais são as dificuldades dos produtores orgânicos e como as politicas publicas podem melhorar o acesso de uma ampla população a essa categoria de alimentos.
Seja bem vindo!!!!

Orgânicos em São Vicente!!!

Imagem

 

Hoje acontece a feira de produtos Orgânicos em São Vicente

Local: Rua Mota Lima, 169, Cascatinha

Horário: das 15:00 as 21:00

Será realizado na Igreja Messianica

Pediamos a gentileza de divulgar essa informação para o maior numero de pessoas possíveis!!

É muito importante que os produtos orgânicos estejam cada vez mais presentes em nossas mesas, pois alem de ser saudável gera sustentabilidade entre homem e natureza.

Grato!!!!

NAMASTE

FEIRA DE PRODUTOS ORGÂNICOS EM SANTOS – 04/08/2013

Imagem

A VIII Feira de Produtos Orgânicos, que acontece no primeiro domingo de agosto (04/08), é opção de lazer, de passeio e compras no Jardim Botânico Municipal de Santos“Chico Mendes” (rua João Fraccaroli s/nº, Bom Retiro).  O evento será realizado das 9h às 14h, no viveiro de plantas, próximo à entrada do parque. A iniciativa faz parte das estratégias de conservação da biodiversidade e promoção da qualidade de vida (segurança alimentar, lazer e cultura) do Jardim Botânico. Antrada é gratuita.

Serão comercializados hortaliças, frutas, laticínios e diversos produtos de mercearia (molho de tomate, geleias, mel, refrigerante, sucos, entre outros) e cosméticos orgânicos, tais como sabonetes e shampoos.

O visitante também poderá desfrutar de diversas experiências socioculturais. Às 9h haverá prática de Tai Chi com Aparecida Marques e, às 9:45 h, o Grupo Natarajas fará apresentação de mantras e músicas de harmonia com a natureza. Com apoio da SECULT (Secretaria de Cultura), às 11 horas, a música ficará por conta do tecladista Jaime Augusto e do trompetista Claudio Ricardo. Durante o período da Feira acontecerão exposições de trabalhos artesanais da Associação Beneficente Comunidade Mãos Entrelaçadas e das telas pintadas a óleo das artistas plásticas Márcia e Edna Sobral (com temas ligados à natureza e monumentos históricos de Santos).

Dentro das opções gastronômicas, teremos a estreia do Grupo NaturOm na administração do espaço da cantina, que trará receitas veganas (sem produtos de origem animal) e artigos de mercearia para venda, como o azeite orgânico. Além disso, os restaurantes Guaiaó e “Estação Bistrô” estarão de volta promovendo a degustação de receitas preparadas com ingredientes orgânicos.

A feira é organizada por produtores e comerciantes de produtos orgânicos (Associação de Produtores Orgânicos do Vale do Ribeira _ AOVale, Orgânicos Guarujá, Raiz Orgânica e NaturOm), em parceria com a SEMAM (Secretaria de Meio Ambiente)  e outros colaboradores.

 

Fotos: aranhas saltadoras usando “chapéus de orvalho”

Fotos: aranhas saltadoras usando “chapéus de orvalho”

“Aranhas adoráveis” pode soar paradoxal para muitas pessoas, mas termos como esse se encaixam muito bem quando falamos das pequenas aranhas saltadoras. Se você não acredita, dê uma olhada nas fotos abaixo, tiradas pelo fotógrafo Uda Dennie, da Ilha de Batam (Indonésia).

Pulando pelo jardim de Dennie, essas pequenas aranhas provavelmente nem perceberam quando as gotas de orvalho sobre suas cabeças começaram a se aglomerar e ficar parecidas com um “chapéu redondo”.

Dennie, que começou a fotografar com câmeras mais sofisticadas em 2010, tem um apreço especial por fotos “macro” (em que o tema é fotografado muito de perto, a ponto de parecer gigante, capturando detalhes que normalmente passariam despercebidos).

“Tenho uma verdadeira paixão por fotografia macro, e depois de muitas tentativas e erros, agora sou capaz de produzir boas imagens – a perseverança realmente valeu a pena”, conta.

A CARNE É FRACA

Imagem

Ao longo de 54 minutos, sob a direção de Denise Gonçalves, o documentário mostra aspectos da indústria da carne de aves e gado que normalmente não são divulgados. Além disso, também conta com depoimentos de técnicos ambientais, médicos, pediatras, de jornalistas como Washington Novaes, Dagomir Marquezi e Flávia Lippi; da socióloga Marly Winckler, presidente da Sociedade Vegetariana Brasileira e da veterinária Rita de Cássia Garcia.

Um dos destaques do trabalho é o impacto ambiental. Segundo este documentário, a região amazônica tem sido seriamente prejudicada pela pecuária, que ocupa uma extensão de terra, cada vez maior acarretando desmatamento e poluição de recursos hídricos.

Foram oito meses de pesquisa e filmagens em abatedouros considerados “modelos” nas regiões Sul e Sudeste do Brasil. Quem assistir ao vídeo verá que os animais são criados em pequenos espaços para que não gastem energia e, assim, apressar a engorda do boi, antecipando o abate. E também vai conhecer o processo de produção do “baby beef”, em que os bezerros são separados das mães logo ao nascer.
Na análise de Nina Jacob, este trabalho será um divisor de águas para o consumidor brasileiro. “As pessoas ainda acreditam que o gado, por exemplo, é criado livre nos pastos, sem causar danos ambientais. Este trabalho é um direito do consumidor”, finaliza.

 

O filme pode ser visto no site:

http://www.carnefraca.com.br/

 

OM MANI PADME HUM