Segunda Sem Carne

segundasemcarne.paul

Anúncios

Como fazer com que suas crianças sejam vegetarianas/veganas?

E quando o meu bebé nascer?

 

Será possível dar-lhe uma alimentação vegetariana?

 

 

O melhor alimento para recém-nascidos é o leite materno.

 

Se o bebê não puder ser amamentado, poderá optar pelos leites de soja especiais para bebés. Bebés vegetarianos que estejam a ser alimentados à base de leite de soja especial devem ser expostos à luz solar de fraca intensidade, durante passeios ao ar livre ao fim da tarde ou pela manhã, duas horas por semana, de forma a sintetizarem a vitamina D necessária.

 

Alguns bebês, especialmente aqueles que vivem em climas frios, deverão beber leite de soja especial enriquecido com vitamina D. Mulheres vegetarianas que estiverem a amamentar devem ter o especial cuidado de consumir boas quantidades de alimentos ricos em vitamina B12, pois os níveis desta vitamina no leite materno são afetados pelas escolhas alimentares da mãe e são importantes para o bebé. A partir do quarto ou quinto mês de idade já se poderão incluir outros alimentos na alimentação do bebé. A adição de novos alimentos deve ser feita lenta e gradualmente, adicionando um alimento de cada vez:

 

4 a 5 meses:

Alimentos ricos em ferro poderão ser adicionados, tais como os cereais enriquecidos. O primeiro cereal que deverá ser incluído na alimentação do bebé deve ser o arroz, podendo ser adicionado ao leite materno ou ao leite de soja especial.

 

6 a 8 meses:

Nesta fase deve fazer-se a introdução dos vegetais. Estes devem ser consumidos com uma consistência pastosa (bem cozidos e reduzidos a puré). Batata, feijão verde, cenouras e ervilhas são boas escolhas. Após a inclusão dos vegetais na dieta diária, as frutas deverão ser o próximo alimento a incluir nas refeições diárias do bebé. Frutas em puré, como as bananas ou os pêssegos maduros, e sumos de fruta – por exemplo, sumo de maçã – são formas eficazes de apresentar ao bebé novos alimentos.

 

A partir dos oito meses:

Aos oito meses de idade, a maioria dos bebés já está pronta para incluir na sua alimentação bolachas, pão (e outros cereais secos) e alimentos proteicos, tais como o tofu (bem cozido e reduzido a puré), ou algumas leguminosas, como o feijão (bem cozido e reduzido a puré). A evolução de uma alimentação vegetariana cada vez mais variada e convencional, embora sempre com os devidos cuidados para que seja completa e equilibrada, deverá acontecer, a partir dos oito meses, exatamente como aconteceria se não fosse vegetariana – a única diferença que existe são os alimentos que os bebés comem, mas os processos de alimentação e crescimento são os mesmos.

 

• A minha filha tem 8 anos, gosta muito de animais e diz que não os quer comer. Não será muito nova para ser vegetariana?

As crianças e os adolescentes necessitam de uma alimentação muito nutritiva e energética. No entanto, o seu estômago ainda é bastante pequeno. Para ter a certeza de que a criança está a ingerir as quantidades de energia necessárias para um eficaz desenvolvimento e crescimento, poder-se-á seguir uma dieta polifraccionada, ou seja, que inclua várias refeições ao dia, com alimentos ricos em hidratos de carbono complexos, fibras, vitaminas e minerais, conjugando nos lanches da manhã e da tarde cereais e frutas.

 

Encorajar as crianças a mastigar bem os alimentos é uma forma simples de contribuir para uma melhor absorção e aproveitamento destes. Com base nos mais recentes estudos nesta área, pode-se afirmar que as crianças que têm uma dieta baseada em frutas, vegetais, cereais e legumes, entre outros produtos de origem vegetal, desenvolvem-se mais saudavelmente do que crianças que fazem uma alimentação omnívora.

 

Os bebés amamentados naturalmente, bem como os bebés alimentados a leite de soja especial, apresentam um desenvolvimento mais lento em comparação com bebés alimentados com fórmulas especiais à base de leite de vaca, o que sugere que existe uma proximidade entre a alimentação natural (leite materno) e a alimentação vegetariana (leite de soja), sendo esta a mais adequada ao ritmo natural de crescimento do bebé. Tal como acontece com os bebés, as crianças vegetarianas apresentam um desenvolvimento menos acelerado do que as crianças não vegetarianas porque não incluem na sua alimentação alimentos nutricionalmente enriquecidos de uma forma artificial (como é o caso dos alimentos animais). Esta diferença é evidente durante a infância, mas dissipa-se na adolescência e não tem consequências negativas para estas crianças e para o seu desenvolvimento posterior.

 

Sim, criação de gado é contrário a preservação da natureza

Sim, claro que sim.

Polui rios com sangue oriundos de matadouros e toneladas de dejetos dos animais.
Espaço para criação, impermeabilização do solo, grandes áreas de cultivos de grãos para alimentar gado em vez de seres humanos etc.

E isto só dizendo o básico.

Então, sugestão aos carnívoros, um dia sem carne.

Abraços

FOLDER SSC

DOLOMITA EM PÓ

Image

É uma rocha cuja composição química básica é: 54% CaO (carbonato de cálcio)  e 36% CaMg (carbonato de magnésio) é a combinação perfeita da natureza e que esta na proporção exata que favorece a absorção e fixação  do cálcio nos ossos e descalsificando as articulações e artérias e magnésio ativando mais de 326 sistemas enzimáticos do corpo humano , elementos fundamentais para o organismo.

100% natural foi descoberta nos Alpes Italianos pelo geólogo francês Deodat Dolomieu em (1750-1801), daí o nome “DOLOMITA”.

O uso desses minerais é recomendado, na Europa e EUA tanto para funções de calcificação dos ossos e dentes como na transmissão neural e muscular.

São essenciais na construção muscular, onde o Cálcio age como estimulador e o Magnésio age como um relaxante.

Melhoram a elasticidade do músculo cardíaco e promovem coagulação sanguínea. (Medicina – Fisiologia Humana – A. C. Guyton).

A carência do Cálcio e do Magnésio na vida moderna está ligada principalmente ao estresse, ao consumo de água desmineralizada, ao consumo de produtos artificiais, ao fumo, a bebida e a vida sedentária.

 

Como usar a Dolomita:

Em pó:

Pode ser ingerida em sucos, refeições, etc.

Dose recomendada 2 gramas equivalente a 2 colheres de café  duas vezes ao dia.

 

FEIRA DE PRODUTOS ORGÂNICOS EM SANTOS – 04/08/2013

Imagem

A VIII Feira de Produtos Orgânicos, que acontece no primeiro domingo de agosto (04/08), é opção de lazer, de passeio e compras no Jardim Botânico Municipal de Santos“Chico Mendes” (rua João Fraccaroli s/nº, Bom Retiro).  O evento será realizado das 9h às 14h, no viveiro de plantas, próximo à entrada do parque. A iniciativa faz parte das estratégias de conservação da biodiversidade e promoção da qualidade de vida (segurança alimentar, lazer e cultura) do Jardim Botânico. Antrada é gratuita.

Serão comercializados hortaliças, frutas, laticínios e diversos produtos de mercearia (molho de tomate, geleias, mel, refrigerante, sucos, entre outros) e cosméticos orgânicos, tais como sabonetes e shampoos.

O visitante também poderá desfrutar de diversas experiências socioculturais. Às 9h haverá prática de Tai Chi com Aparecida Marques e, às 9:45 h, o Grupo Natarajas fará apresentação de mantras e músicas de harmonia com a natureza. Com apoio da SECULT (Secretaria de Cultura), às 11 horas, a música ficará por conta do tecladista Jaime Augusto e do trompetista Claudio Ricardo. Durante o período da Feira acontecerão exposições de trabalhos artesanais da Associação Beneficente Comunidade Mãos Entrelaçadas e das telas pintadas a óleo das artistas plásticas Márcia e Edna Sobral (com temas ligados à natureza e monumentos históricos de Santos).

Dentro das opções gastronômicas, teremos a estreia do Grupo NaturOm na administração do espaço da cantina, que trará receitas veganas (sem produtos de origem animal) e artigos de mercearia para venda, como o azeite orgânico. Além disso, os restaurantes Guaiaó e “Estação Bistrô” estarão de volta promovendo a degustação de receitas preparadas com ingredientes orgânicos.

A feira é organizada por produtores e comerciantes de produtos orgânicos (Associação de Produtores Orgânicos do Vale do Ribeira _ AOVale, Orgânicos Guarujá, Raiz Orgânica e NaturOm), em parceria com a SEMAM (Secretaria de Meio Ambiente)  e outros colaboradores.